MMA lança SINIR+, com informações detalhadas sobre a gestão dos resíduos sólidos em todo o País

Uma nova versão do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão dos Resíduos Sólidos, o SINIR+, foi lançada nesta quarta-feira (13), pelo Ministério do Meio Ambiente. A ferramenta é mais moderna e traz mapas 3D, informações interativas e painéis que detalham a gestão dos resíduos sólidos em todo o País.

Para o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, o novo sistema terá a capacidade de atrair investidores que estão de olho na economia do futuro, mais sustentável e mais verde. “É um desafio gigantesco, mas que começa com uma ferramenta de gestão importantíssima. Que traz a realidade daquele município, quanto ele tem de volume, onde vou encontrar aquilo que pode ser transformado em energia e o que pode ser transformado em matéria-prima para economia circular”, pontuou Leite.

De acordo com o ministro, a ferramenta oferece toda a estrutura para que o investidor possa trazer renda para algo que sempre foi visto como um problema. “Nós precisamos do setor privado atuando junto conosco, trazendo solução ambiental lucrativa. Para mostrar que nós podemos criar uma nova economia verde baseada naquilo que era lixo”, completou Joaquim Leite.

O SINIR+ conta com um mapa 3D, onde é possível navegar por todo o território nacional, conhecendo de perto a gestão dos resíduos, como as unidades de triagem, reciclagem, tratamento e disposição final, além dos Consórcios Públicos e todo o fluxo do lixo. O conhecimento dessas estruturas é fundamental para tirar do papel a Política Nacional de Resíduos Sólidos e potencializar o novo Marco Legal do Saneamento. “É a evolução tecnológica a serviço do cidadão brasileiro. O SINIR+ é inovador pois permite uma experiência inédita e interativa, que facilitará a atração dos investimentos necessários para se melhorar a gestão de resíduos sólidos no país”, explicou o secretário de Qualidade Ambiental do MMA, André França.

Segundo o coordenador do setor de água e saneamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Gustavo Mendes, hoje o Brasil precisa de US$ 6 a 8 bilhões por ano em investimentos, para atingir as metas de universalização. Para ele é preciso contar como todo financiamento possível para alcançar esse objetivo no tempo previsto e a nova ferramenta chega num momento importantíssimo, onde o setor vive uma revolução. “A informação permite fazer um planejamento de qualidade, um monitoramento de qualidade e oportuno, e fazer os ajustes necessários para a corrigir os rumos. O SINIR é isso, uma contribuição para o setor”, destacou.

O novo SINIR+ contou com cooperação do BID e é uma evolução do sistema lançado pelo MMA em 2019 e desenvolvido em parceria com a Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes (Abetre). “O importante é deixar legado e esse legado a Abetre tem orgulho de dizer que participou”, comemorou o presidente da Associação, Luiz Gonzaga.

Acordo para descarte de embalagens

Após o lançamento do novo SINIR+, o Ministério do Meio Ambiente e a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não Alcoólicas (ABIR) assinaram um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) que tem por objetivo realizar campanhas de comunicação com foco no aumento da conscientização, educação e cidadania ambiental, por meio do descarte adequado de embalagens, e do apoio na execução de ações no âmbito do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar e Programa Rios +Limpos. A primeira campanha, intitulada “Crie esse Hábito”, será lançada em maio nas redes sociais do MMA e da ABIR, com objetivo de auxiliar a sociedade no descarte consciente de embalagens utilizadas em casa.

Fonte: Gov.br

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on print
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também:

IBER se reúne com Ministério Público de Santa Catarina
IBER e Espírito Santo
IBER E GAEMA/MPSP de São Paulo alinhados na implementação da PNRS no estado

Categorias

Categorias

Nossas redes

Fique bem informado

Cadastre-se para receber a newsletter e outras informações.