Minas Gerais lança Plano Estadual de Ação Climática

Serão desenvolvidos cenários para zerar emissões até 2050, e adotar uma meta intermediária de redução das emissões de GEE para 2030.

Para alcançar a meta de reduzir a emissão líquida de Gases de Efeito Estufa (GEE) nos próximos anos, conforme acordado na adesão à Campanha Race To Zero em 2021, o governo de Minas dá início ao desenvolvimento do Plano Estadual de Ação Climática.

O documento permitirá que Minas Gerais alcance o cenário de neutralidade de carbono nos próximos anos, além de reduzir os riscos dos efeitos das mudanças climáticas para as pessoas, sistemas naturais e infraestrutura, tornando o Estado mais seguro para viver e empreender. O plano apresentará as diretrizes, metas, ações e indicadores para redução das emissões de gases de efeito estufa e adaptação aos efeitos adversos da mudança do clima em Minas.

Em 2021, Minas Gerais se tornou o primeiro Estado da América Latina e do Caribe a aderir ao Race To Zero (Corrida para o Zero), em acordo firmado entre o Estado e a embaixada do Reino Unido. O Race To Zero é uma campanha global para reunir lideranças com objetivo de alcançar emissões líquidas zero de gases de efeito estufa até 2050.

Além de endossar os princípios da campanha, foi estabelecido o compromisso de elaborar o Plano Estadual de Ação Climática com o desenvolvimento de cenários para zerar emissões até 2050, e adotar uma meta intermediária de redução das emissões de GEE para 2030, contribuindo com o Acordo de Paris que limita o aumento da temperatura global a 1,5 grau.

O lançamento aconteceu o vivo pelo Youtube Meio Ambiente Minas Gerais, e em parceria da Feam com a Rede Iclei América do Sul. Foi apresentado o início da execução do projeto, que conduzirá Minas no caminho do desenvolvimento sustentável de baixo carbono e da resiliência climática.

Participaram da abertura do evento, a secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Marília Melo; o cônsul do Reino Unido em Minas Gerais, Lucas Brown; o presidente da Feam, Renato Brandão; o secretário executivo do Iclei América do Sul, Rodrigo Perpétuo, e a diretora do CDP, Rebeca Lima. A coordenadora de Gestão do Conhecimento e Juventudes do Iclei e também coordenadora do escritório do Iclei em Minas, Armelle Cibaka, será a moderadora.

*Informações publicadas pelo Diário do Comércio. Material completo aqui.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on print
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também:

IBER se reúne com Ministério Público de Santa Catarina
IBER e Espírito Santo
IBER E GAEMA/MPSP de São Paulo alinhados na implementação da PNRS no estado

Categorias

Categorias

Nossas redes

Fique bem informado

Cadastre-se para receber a newsletter e outras informações.