AmbientalDestaquesnoticias

CETESB avança com novas tecnologias para monitoramento dos resíduos sólidos

2 Mins read

Termo de Doação assinado com a Green Platforms permitirá o uso de plataforma de inteligência de dados para definir novas ações, ajustar indicadores e monitorar o atendimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) avança em novas tecnologias a partir de uma parceria com a Green Platforms Gerenciamento de Dados S/A. Através de um Termo de Doação, a empresa concederá uso gratuito do software dedicado ao controle, à distância, da geração de resíduos no estado paulista. O valor estimado da doação é de R$ 12 milhões, para um período de dez anos. A parceria foi oficializada no final do mês de agosto entre a presidente da CETESB, Patrícia Iglecias, e o diretor-presidente da Green Platforms Gerenciamento de Dados S/A, Francisco Rego.

Na prática, a CETESB contará com Big Data e inteligência de dados para definir novas ações, ajustar indicadores e monitorar o atendimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A parceria coloca a gestão ambiental paulista na vanguarda do País, garantindo maior assertividade e velocidade nas análises das informações reportadas pelas empresas e na tomada de decisão.

Será fundamental ainda para amplificar a capacidade de rastreabilidade e controle da tipologia dos dados que compõem o Sistema Estadual de Gerenciamento Online de Resíduos Sólidos – SIGOR.

A ferramenta será customizada para atender a demanda específica de São Paulo, em especial o acompanhamento da logística reversa e do setor de construção civil do estado.

Agora, após a assinatura do Termo de Doação, os técnicos da CETESB e Green Platforms se dedicam à estruturação de um cronograma para o desenvolvimento e entrega de três produtos: SIGOR Módulo Logística Reversa; Atualização e Melhorias do SIGOR Módulo Construção Civil; e o Aplicativo de celular para RCC – Resíduos da Construção Civil. Algumas entregas estão previstas para ocorrerem até o final deste ano, segundo informações da CETESB.

Para o setor de baterias chumbo ácido, a Cetesb já conta com o controle realizado pelo IBER, que também utiliza uma plataforma de alto padrão para controle dos resíduos de baterias sujeitos à logística reversa. Os associados do IBER possuem vantagem de estar isentos de novas obrigações relacionadas à logística reversa, além da entidade apoiar ambos, órgão ambiental e empresas no acompanhamento e otimização de resultados.

Os associados em São Paulo estão isentos também de CADRI e MTR. No momento, o IBER aguarda a etapa final de aprovação do novo termo de compromisso que terá vigência entre 2022 e 2026.

Related posts
AmbientalDestaquesgestãoLogística ReversanoticiasProjetos

IBER e órgãos ambientais de Alagoas reforçam fiscalização e adotam plano de ação para cumprimento das metas do Termo de Compromisso

Os associados recebem acompanhamento especializado para conduzirem e comprovarem a logística reversa,…
AmbientalDestaquesEconomia CirculargestãoLogística ReversaServiços

IBER explica: Tudo que sua empresa precisa saber sobre o MTR Online

Entenda as diferenças entre MTR Online e MTR, a obrigatoriedade e a…
Ambientalbanner-footerDestaquesEconomia CircularLogística Reversanoticias

IBER amplia mecanismos de segurança da informação, privacidade e proteção de dados em seus processos, atendendo às normas da LGPD

Segurança dos dados de empresas associadas e seus representantes e dos órgãos…
Receba as
novidades do Iber!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *