Setenta empresas validadas pelo IBER: garantia de que adotaram sistemas corretos de logística reversa

Setenta empresas que formam a cadeia produtiva de baterias no Brasil, entre fabricantes, comerciantes, recicladores, distribuidores e importadores, tiveram seus processos de logística reversa validados pela equipe técnica do Instituto Brasileiro de Energia Reciclável (IBER) em 2019. Por ser a entidade reconhecida pelas autoridades ambientais do País, a validação do IBER é a comprovação de que a destinação das baterias é realizada de maneira sustentável nessas empresas, conferindo aos associados proteção e regularidade junto a Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei Federal nº 12.305/10.

Todo o processo técnico contribui ainda para “criação de uma comunidade de empresas ecologicamente corretas e de consumidores conscientes no Brasil”, resume a diretora executiva do IBER, Amanda Schneider. No País, o potencial de reciclagem de chumbo é de 288 mil toneladas por ano, oriundas de 16 milhões de baterias produzidas anualmente. Segundo estatísticas da entidade, em 2019, 99% desse total foi recirculado por meio de políticas de logística reversa, alcançando a meta estipulada pelo setor – uma conquista com ampla contribuição do IBER.

A validação da entidade é suportada ainda por um processo de auditoria contínuo, promovido pela Apter, consultoria terceirizada. O objetivo maior é comprovar a integridade dos dados coletados e geridos pelo IBER, averiguando se estão todos em conformidade com a legislação ambiental. Caso ocorram possíveis inconsistências na auditoria, o IBER entra em campo e contribui diretamente para resolução dos problemas nos associados, através de planos de ação que são realizados em conjunto com a cadeia de empresas certificadas e acompanhados pela entidade.

Isso é possível porque o IBER é a primeira organização brasileira a desenvolver uma plataforma inteligente de apoio à cadeia de reciclagem de baterias chumbo-ácido. “Criamos uma metodologia estruturada para incentivo da destinação ambientalmente adequada. Possuímos uma visão de negócios que visa aprimorar a Imagem e Reputação das marcas, o engajamento do comércio varejista e do consumidor e a sustentabilidade das empresas associadas”, resume a diretora-executiva do IBER.

O processo de validação é fundamental também para implementação de uma jornada de melhorias contínuas. O IBER apoia esse movimento junto aos seus 160 associados, de forma que as empresas que se encontram em estágio de aprimoramento não fiquem expostas e participem de um sistema capaz de contribuir para o atingimento de suas metas e obrigações.

Comentários