O sistema de logística reversa de baterias chumbo-ácido é formado por: Consumidores, Comerciantes Varejistas, Distribuidores, Fabricantes, Importadores, recicladores e a entidade gestora IBER.

O pleno funcionamento deste Sistema está condicionado à efetiva participação de todos, seguindo o fluxo inverso, conforme abaixo:

A Entidade Gestora, embora não apareça no fluxo do Programa, terá papel essencial no estabelecimento do Sistema de Logística Reversa porque, atuará de forma independente, no sentido de integrar as ações individualizadas já realizadas atualmente pelos Fabricantes desta cadeia, monitorando e sistematizando estas ações de forma a estimular o ingresso dos demais componentes da cadeia e compor um Sistema com viabilidade para atuação em todo o território nacional.

Todas as demais pessoas jurídicas que integram o Sistema serão obrigadas a encaminhar o produto inservível aos Fabricantes ou Importadores que, por sua vez, terão a responsabilidade de reciclar, diretamente ou por meio de empresas recicladoras cadastradas, todas as baterias inservíveis que lhes forem destinadas, de acordo com as metas estabelecidas.

Portanto, os Fabricantes assumem o compromisso de dar destinação ambientalmente adequada, através de processo de reciclagem e disposição final, de acordo com as metas de coleta estabelecidas neste Instrumento.

No âmbito da responsabilidade compartilhada, os consumidores, os comerciantes varejistas, os distribuidores e os recicladores assumem integralmente as responsabilidades pelo cometimento do dano ambiental, na medida de suas atribuições e responsabilidades decorrentes deste pacto, ficando excluída a responsabilidade do fabricante e dos importadores sobre as ações dos demais atores, acima citadas.

É importante ressaltar que a cadeia de logística reversa pressupõe a obrigatoriedade do Consumidor devolver as Baterias Inservíveis, sob os fundamentos da responsabilidade compartilhada, e sob as penas dos parágrafos 2º e 3º do artigo 84 do Decreto Federal nº 7404/2010.