IBER se consolida como importante instrumento de fomento ao atendimento da PNRS no Brasil

O Instituto Brasileiro de Energia Reciclável (IBER) esteve presente nos principais eventos e congressos relacionados à cadeia produtiva de baterias no Brasil, em 2019. O amplo trânsito institucional e a expertise desenvolvida para comprovação dos processos de logística reversa das empresas permitiu à entidade se firmar como referência para o setor.

Grandes empresas de consumo, que utilizam baterias chumbo-ácido em sua frota e equipamentos já começam a exigir a certificação do IBER para garantir a destinação final adequada. Na cadeia, pequenas, médias e grandes empresas do setor rumam em direção ao reconhecimento de sua regularidade perante os órgãos ambientais.

Recentemente, no mês de novembro, no 3º Seminário Paranaense de Logística Reversa, o IBER também participou ativamente do debate sobre o desenvolvimento da logística reversa no Brasil, explanando sobre as oportunidades descortinadas após a assinatura do Acordo Setorial para baterias. Além de reforçar as discussões sobre os rumos da Economia Circular.

Também no Paraná, no primeiro semestre, o IBER se reuniu com o R20, grupo que reúne os principais representantes dos municípios do Paraná, para discutir sobre como promover soluções mais adequadas de destinação final dos resíduos sólidos.

Ainda em 2019 e dentro do evento dedicado ao Programa Lixão Zero do Ministério do Meio Ambiente, o IBER esteve presente, com um stand próprio, fazendo a divulgação das atividades desempenhadas pela entidade.

Já na 14ª Feira Internacional de Autopeças, Equipamentos e Serviços (Automec), maior evento de autopeças da América Latina, o IBER esteve presente com a parceria de seus associados, se apresentando nos stands da Indústrias Tudor, Baterias Pioneiro e Baterias Moura. Oportunidade única de mostrar a mais de 75 mil visitantes as soluções desenvolvidas pelo IBER que tem contribuído para formação de uma comunidade de empresas ambientalmente responsáveis.

Comentários